“É um osso muito grande, provavelmente de um dinossauro pescoçudo”, destaca a diretora do Museu

No seu aniversário de 25 anos, o Museu de Paleontologia ganhou um belo presente: um novo campo de escavação foi descoberto!
Na semana passada, em uma das serras que rodeiam Monte Alto, um ciclista encontrou um novo fóssil enquanto fazia trilha pela área rural da cidade. O ciclista André Giacherini sempre gostou de fósseis, e rapidamente identificou a coloração diferente da rocha. “André fez a coisa certa, entrou em contato com a equipe do Museu e contou sobre o seu achado” diz Cida Constâncio, diretora de Cultura. O fóssil foi retirado pela equipe do museu, pelo próprio André e transportado para o Museu pela equipe de transporte da prefeitura. O material já começou a ser estudado: “é um osso muito grande, provavelmente de um dinossauro pescoçudo”, diz Sandra Tavares, diretora do Museu, que reforça a importância da colaboração da população na busca de novos fósseis que estão por toda a região: “os maiores caçadores de fósseis são os cidadãos, principalmente aquelas pessoas que estão nas áreas rurais da nossa cidade”.
POPULAÇÃO – Apesar de “o Museu estar fechado para visitação, as atividades em comemoração aos seus 25 anos não param. No domingo, 30 de julho, os funcionários do Museu e da Diretoria de Cultura levaram ferramentas, blocos de rochas com fósseis e a Camerata de Violões do Conservatório Musical para a Praça São Benedito. “A experiência está dando certo. Pretendemos repetir eventos como este mais vezes, assim a população poderá conhecer, além dos talentos que temos no Conservatório, um pouco mais dos nossos museus” diz Cida Constâncio, diretora de Cultura.

 

Publicidade